INSTITUTO EGON SCHADEN

O Instituto Egon Schaden (IES) é uma entidade civil sem fins lucrativos criada em 04 de julho de 2014 na cidade de São Bonifácio, região da Grande Florianópolis, Santa Catarina. O instituto nasceu inspirado na proposição do professor João Baptista Borges Pereira com objetivo de guardar o espólio científico do professor Egon Schaden (1913-1991) bem como a missão de somar esforços para a pesquisa sobre a colonização alemã no sul do Brasil e questões indígenas a ela relacionadas. Desde sua criação, o IES buscou desenvolver atividades e programas que fomentem as políticas de cultura, assegurando a preservação e promoção da valorização do patrimônio cultural, material e imaterial do Município de São Bonifácio. O resgate da trajetória pessoal de Egon Schaden e de seu pai, Francisco Schaden, como contribuição à preservação da memória da colonização alemã na região e da história da antropologia no Brasil, constitui-se como a missão imediata do instituto. A escolha de São Bonifácio, terra natal de Egon Schaden, para a sede da instituição resulta da intenção de tornar a cidade um ponto de encontro de diferentes pessoas e instituições interessadas no tema bem como aproximar o legado científico de Egon Schaden da comunidade local.

O IES realizou diversas atividades em parcerias de cooperação com a Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e Prefeitura Municipal de São Bonifácio. Até o momento, o IES recebeu apoios da Fundação de Amparo à Pesquisa em Santa Catarina (FAPESC), do Governo do Estado de Santa Catarina, da Assembleia do Estado de Santa Catarina (ALESC), da Fundação Catarinense de Cultura, entre outros.

Todos os anos são realizadas, em São Bonifácio, Assembleias do Instituto Egon Schaden, intercalando Assembleias Gerais e Assembleias Anuais. A primeira Assembleia Geral foi realizada no dia 04 de julho de 2014, quando foi fundado o Instituto Egon Schaden.